Ciência Cidadã

O projeto Acacia4FirePrev, desenvolvido pelo Instituto Superior de Agronomia em parceria com o Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior procura alternativas viáveis para ajudar a gerir estas áreas de forma mais eficiente e com menos custos de controlo para os seus proprietários. Uma das tarefas do projeto é o envolvimento social das comunidades locais e escolares através de um programa de educação ambiental e de ciência cidadã, visando uma maior sensibilização quanto ao problema das invasoras e sua relação com os incêndios florestais.

Desenvolveram-se duas linhas de trabalho complementares:

1) inquérito aos gestores e proprietários florestais com o objetivo de conhecer as suas práticas e conhecimento na temática do controlo das acácias. O inquérito permite-nos identificar possíveis lacunas de conhecimento para se desenvolverem programas de educação, formação ou disseminação da informação mais eficazes para as colmatar;

 

2) programa educativo dedicado às invasoras com especial foco nas acácias em colaboração com Escolas Básicas de Silvares e de Lisboa. Com o objetivo de sensibilizar e aumentar o conhecimento sobre invasoras e a sua distribuição ao redor da escola e áreas habitacionais, o programa incentiva à ação prática do controlo das acácias em conjunto com a comunidade local e Junta de Freguesia.  A comunidade escolar participará na monitorização de uma área intervencionada trabalhando diretamente com os investigadores na recolha de dados e decisão dos tratamentos a efetuar ao longo de 3 anos.

1. Inquéritos

Os resultados preliminares do inquérito, evidenciam alguma dificuldade na identificação de todas as espécies de acácias em Portugal. Porém todos atuam na tentativa de controlo destas invasoras utilizando as diversas técnicas disponíveis no mercado. Mais de 80% dos inquiridos considera que as acácias são um problema grave a muito grave em Portugal, sendo a sua área de atuação para o controlo destas de Norte a Sul do País.

2. Plano educativo

O programa educativo está neste momento a ser desenhado em conjunto com as escolas tendo desde já como ponto positivo o grande envolvimento do parque escolar e da junta de freguesia que se juntou à iniciativa com o intuito de apoiar e promover as acções educativas nas comunidades locais.

1. Visita aos arredores das escolas em Silvares

Area de acacias - escola (1)
Area de acacias - escola (1)

press to zoom
Area de acacias - escola (1)
Area de acacias - escola (1)

press to zoom
Area de acacias - escola (2)
Area de acacias - escola (2)

press to zoom
Area de acacias - escola (1)
Area de acacias - escola (1)

press to zoom
1/3

3. BioBlitz

banner-site-Bioblitz
banner-site-Bioblitz

press to zoom
banner-site-Bioblitz
banner-site-Bioblitz

press to zoom
1/1

A 14 e 16 de maio, no âmbito do BioBlitz da Tapada, nas instalações do Parque Botânico da Tapada da Ajuda, ISA – Ulisboa, decorrerá a identificação de espécies invasoras do género Acácia. Trata-se de um evento de cariz científico aberto à comunidade e gratuito.

O que é um BioBlitz?

O BioBlitz é uma ação de inventariação relâmpago de biodiversidade, na qual equipas de cientistas, naturalistas e voluntários/participantes realizam trabalhos de campo intensos para a identificação de diversos seres vivos num curto período de tempo (geralmente 24 horas) e num determinado local. O objetivo do BioBlitz é envolver o público geral no estudo e proteção da biodiversidade. Para estimular uma participação mais ampla do público, as sessões costumam ser realizadas em parques municipais ou reservas naturais próximas das cidades.

O BioBlitz é um evento gratuito, dirigido a escolas, famílias e público em geral.

O que é o BioBlitz da Tapada?

Situada no coração da cidade de Lisboa, a Tapada da Ajuda apresenta características únicas no contexto da biodiversidade urbana da cidade. O projeto BioBlitz da Tapada pretende compilar todas as observações feitas na Tapada da Ajuda, servindo de alavanca para a atividade da ciência cidadã. Entre varias atividades deste evento, uma delas será a identificação das invasoras do género de acácia.

Mais informação pode ser consultada aqui: https://www.biodiversity4all.org/projects/bioblitz-da-tapada

Como posso participar?

A inscrição prévia é obrigatória. O número de participantes é limitado e adequado a cada tipo de atividade. A inscrição pode ser realizada aqui: https://www.isa.ulisboa.pt/vida-no-isa/destaques/eventos-internos/20210514-bioblitz-da-tapada

Informação adicional

Durante a atividade será utilizado o Guia, desenvolvido pelos colaboradores do projeto para a identificação e controlo das invasoras do género Acácia, não só da Tapada, mas de Portugal no geral.

Devido à COVID-19, o Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa (ISA) irá tomar medidas de precaução nas atividades, respeitando o número máximo de participantes.

Recomendamos que os participantes tragam as suas próprias garrafas de água ou copos.

Para mais informação contacte bioblitz.tapada@gmail.com

4. Ações de sensibilização

As acácias são plantas não-nativas que causam impactes ambientais e económicos negativos, consequência do seu comportamento invasor. Tendo presente esta problemática, a equipa do projeto Acacia4FirePrev juntamente com a Junta de Freguesia de Silvares promoverá uma “Ação de Sensibilização e Conhecimento” sobre estas espécies, direcionada a toda a população e demais interessados da região, em combater este problema através da sua identificação e interpretação local, na procura de métodos de controlo, sensibilizando para a necessidade de ações futuras, valorizando o património e promovendo a biodiversidade desta região.

Esta equipa já se encontra a desenvolver trabalhos neste contexto, com alguns alunos da Escola de Silvares.

Junte-se a nós nesta iniciativa e venha conhecer mais sobre estas espécies e o seu papel na nossa #floresta.

Partilhem!

Evento organizado de acordo com as orientações da DGS

A iniciativa “Ação de Sensibilização e Conhecimento” em Silvares foi um sucesso e noticia no site do MedForest. Leia mais em: https://medforest.net/2022/03/29/citizen-science-and-its-contribution-to-controlling-acacia-forest-invasion-in-portugal/

Esta iniciativa foi noticia também no site Agroportal. Leia mais em: https://www.agroportal.pt/a-ciencia-cidada-e-a-sua-contribuicao-no-controlo-da-invasao-das-acacias/

Agroportal

Uma oficina temática sobre os métodos de controlo de acácias será desenvolvida no dia 22 de maio em Silvares, no âmbito de Semana Sobre Espécies Invasoras 2022. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição. Para mais informações, consulte o cartaz.

Atividade em formato de uma aula dinâmica, em complementaridade com os conteúdos programáticos para 2º Ciclo da Escola de Silvares (AEGX). Acacia dealbata é conhecida pela sua floração abundante. Uma melhor compreensão deste processo e posterior polinização, poderá explicar em parte a agressividade desta espécie invasora em Portugal. Irão ser abordados conceitos como morfologia floral e da semente, conservação, plantas invasoras, polinizadores, grãos de pólen e produtos da colmeia.

O evento será realizado em forma de uma aula fechada, no dia 18 de maio 2022, para os alunos do 2º Ciclo da Escola de Silvares. O objetivo será a substituição de uma aula de Ciências de acordo com o corrente plano de estudos das turmas por uma "aula dinâmica", com ambas componentes - teórica e prática, desenvolvida por cientistas de diferentes áreas, no âmbito do projeto Acacia4FirePrev.

No dia 20 de maio 2022 comemorou-se o Dia Mundial da Abelha, uma iniciativa da ONU que teve início em 2018 e que tem por objetivo sensibilizar a população sobre o papel essencial das abelhas e dos outros polinizadores para a saúde humana e do planeta, assim como sobre os muitos desafios e ameaças que estas espécies enfrentam.
Para comemorar o dia, os membros da Equipe do Projeto Acacia4FirePrev realizaram uma aula intitulada “Da flor ao mel: amigos e adversários” para os alunos da Escola Silvares.  Durante a aula foi dada especial atenção ao problema das acácias em Portugal e ao seu impacto na perda de biodiversidade. Após a aula, o cartaz do projeto foi colocado ao pé da plantação com espécies nativas. Este pequeno jardim foi criado em colaboração com a equipa do projeto e a Escola das Silvares num local recentemente limpo de acácias junto à escola.

Silvares
Silvares

press to zoom
Atividade Acacia4FirePreve
Atividade Acacia4FirePreve

press to zoom
As formadoras: Celina, Ofélia, Iryna
As formadoras: Celina, Ofélia, Iryna

press to zoom
Silvares
Silvares

press to zoom
1/4

Os alunos da Escola Silvares preparam uma exposição com as actividades desenvolvidas no âmbito do projecto Acacia4FirePrev.  Foi dado um especial enfase às plantas instaladas e aos seu beneficios para a saúde.

Cartaz do projecto
Cartaz do projecto

press to zoom
Beneficios das espécies instaladas
Beneficios das espécies instaladas

press to zoom
Local
Local

press to zoom
Cartaz do projecto
Cartaz do projecto

press to zoom
1/5